Lições Bíblicas CPAD

Jovens e Adultos

 

 

1º Trimestre de 2009

 

Título: Livro de Josué — As conquistas e as promessas do povo de Deus

Comentarista: Elienai Cabral

 

 

Lição 1: Josué, um líder escolhido por Deus

Data: 04 de Janeiro de 2009

 

TEXTO ÁUREO

 

E chamou Moisés a Josué e lhe disse aos olhos de todo o Israel: Esforça-te e anima-te, porque com este povo entrarás na terra que o SENHOR jurou a teus pais lhes dar; e tu os farás herdá-la” (Dt 31.7).

 

VERDADE PRÁTICA

 

Deus escolhe a quem quer, pois só Ele conhece aqueles que possuem as qualidades necessárias para liderar seu povo com justiça.

 

LEITURA DIÁRIA

 

Segunda - Êx 17.8-14

Traços biográficos de Josué

 

 

Terça - Nm 27.15-17

Moisés pede a Deus um sucessor

 

 

Quarta - Nm 27.18-20

Deus designa Josué para suceder Moisés

 

 

Quinta - Nm 27.22,23

Deus confirma Josué como líder

 

 

Sexta - Dt 31.1-8

O modo como Deus levantou Josué

 

 

Sábado - Js 1.1-9

O significado da morte de Moisés

 

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

 

Números 27.18-23; Josué 1.1,2.

 

Números 27

18 - Então, disse o SENHOR a Moisés: Toma para ti a Josué, filho de Num, homem em quem há o Espírito, e põe a tua mão sobre ele.

19 - E apresenta-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação, e dá-lhe mandamentos aos olhos deles,

20 - e põe sobre ele da tua glória, para que lhe obedeça toda a congregação dos filhos de Israel.

21 - E se porá perante Eleazar, o sacerdote, o qual por ele consultará, segundo o juízo de Urim, perante o SENHOR; conforme o seu dito, sairão, e conforme o seu dito, entrarão, ele, e todos os filhos de Israel com ele, e toda a congregação.

22 - E fez Moisés como o SENHOR lhe ordenara; porque tomou a Josué e apresentou-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação;

23 - e sobre ele pôs as mãos e lhe deu mandamentos, como o SENHOR ordenara pela mão de Moisés.

 

Josué 1

1 - E sucedeu, depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, que o SENHOR falou a Josué, filho de Num, servo de Moisés, dizendo:

2 - Moisés, meu servo, é morto; levanta-te, pois, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu dou aos filhos de Israel.

 

INTERAÇÃO

 

Prezado professor, pela graça de Deus iniciamos mais um trimestre de Lições Bíblicas. Os assuntos tratados nestes estudos trazem valiosas aplicações para a sua vida pessoal, familiar e a sua liderança cristã. São treze lições que examinam o Livro de Josué, as conquistas e as promessas do povo de Deus, escritas pelo Pastor Elienai Cabral. O autor é Presidente da Assembléia de Deus em Sobradinho — DF, membro da Casa de Letras Emílio Conde, teólogo e escritor de várias obras publicadas pela CPAD. O exame cuidadoso dos princípios espirituais e morais extraídos da vida de Josué será de motivação, enriquecimento e ânimo para você e seus alunos. Deus o abençoe.

 

OBJETIVOS

 

Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:

  • Delinear aspectos biográficos de Josué.
  • Refletir a respeito da vocação de Josué.
  • Aplicar à vida cristã as virtudes de Josué.

 

ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA

 

Estimado docente, estas lições sintetizam a história, a vida, e a obra de Josué disposta nos 24 capítulos do sexto livro da Bíblia. Antes de ministrar a presente lição, faça um esboço geral do Livro de Josué. Este exercício é de competência da Crítica Histórica. Esta ciência bíblica estuda a data, autoria, estrutura, história e composição dos livros da Escritura. O panorama de qualquer livro da Bíblia encontra-se em bons comentários bíblicos e nas Bíblias de Estudo. Mas para facilitar o vosso trabalho, preparamos um esboço abaixo.

 

O Livro de Josué

 

Título:
Josué

Autor:
Josué (24.26)

Data:
1405-1375 a.C.

Tema:
A vitória da fé na conquista de Canaã (Hb 11.30,31)

Propósito:
Registrar a fidelidade de Deus no cumprimento das promessas

Estrutura:
I. A Entrada em Canaã (1-5)
II. A Conquista de Canaã (6-12)
III. A Divisão de Canaã (13-24)

Características:
Complemento do Pentateuco
Primeiro Livro Histórico
Ênfase na conquista e ocupação de Canaã
A Palestina torna-se o cenário geográfico dos Livros Históricos

 

COMENTÁRIO

 

introdução

 

Palavra Chave

Líder: Aquele que ocupa a função de guia ou chefe.

 

Ao longo deste trimestre estaremos estudando o sexto livro da Bíblia que leva o nome de seu principal personagem — Josué. Este livro narra as histórias edificantes de Israel sob a orientação desse grande homem de Deus que deixou preciosas lições de vida e liderança, não apenas para o seu povo, em sua época, mas para todos os que amam, servem e adoram ao Senhor.

Nesta lição, destacaremos os aspectos biográficos de Josué e sua preparação para suceder a Moisés no comando do povo de Deus.

 

I. ASPECTOS BIOGRÁFICOS

 

1. O significado do nome Josué. Josué, inicialmente, chamava-se Oséias (Nm 13.8), todavia, mais tarde, Moisés mudou seu nome (Nm 13.16). Oséias em hebraico significa apenas “salvação”, enquanto que Josué, “o Senhor é salvação”. O grande profeta certamente sabia que aquele fiel e corajoso jovem ainda seria poderosamente usado por Deus para “salvar seu povo” das mãos dos inimigos, conduzindo-o com segurança à Terra Prometida.

O nome Josué aparece na Bíblia mais de 200 vezes.

2. Sua origem. Josué filho de Num e neto de Elisama, príncipe da tribo de Efraim (Êx 33.11), nascera no Egito à época em que seu povo estava debaixo do jugo de Faraó. Criado como escravo, o jovem teve a oportunidade de conviver com Moisés, e assistir seus extraordinários feitos por meio das mãos poderosas do Senhor.

Sendo o primeiro filho de sua família (1 Cr 7.27), Josué jamais esquecera da célebre noite em que as portas das casas do seu povo foram cobertas com sangue de cordeiros a fim de que os primogênitos não fossem eliminados pelo anjo da morte (Êx 12.13,29-31).

Josué tornara-se príncipe (maioral), como seu avô (1 Cr 7.20,26,27; Nm 2.18,19; 10.22).

 

SINOPSE DO TÓPICO (I)

 

Josué era príncipe da tribo de Efraim e filho de Num. Chamava-se Oséias e seu nome significa “O Senhor é Salvação”.

 

II. JOSUÉ, UM LÍDER ESCOLHIDO POR DEUS

 

1. Escolhido para suceder Moisés (Dt 31.7,14,23). Embora Deus tenha escolhido Josué desde o ventre de sua mãe para cumprir seus santos desígnios, a mudança de seu nome sugere-nos que sua escolha para sucessor de Moisés, deu-se em razão de seu bom caráter e de suas habilidades de liderança para conduzir Israel à conquista da Terra Prometida.

No momento em que Deus ordenara a Moisés “chama a Josué” (v.14), iniciou-se a preparação de mais um grande líder de Israel. Josué foi um fiel servidor, por isso Deus lhe honrou com uma posição tão distinta.

2. A preparação de Josué para dirigir o seu povo. Os métodos de preparação de um líder para Deus são diferentes dos do mundo. Os sistemas mundanos preparam seus líderes levando em conta meramente suas habilidades intelectuais, humanas; enquanto que a preparação de um líder para os assuntos do reino de Deus depende dos critérios e dos motivos divinos. A proeminência de Josué em Israel ocorreu somente depois de muitos anos de fidelidade, tanto ao Senhor como a Moisés, o líder que lhe ensinara o caminho de um governo eficaz. Moisés ensinou a Josué a depender totalmente da direção de Deus em todas as circunstâncias de sua vida.

3. Os desafios que Josué enfrentou na sua preparação. Até assumir a liderança de Israel, Josué foi desafiado em várias circunstâncias enfrentando diversos obstáculos, os quais lhe deram condições de aprender a lidar com as adversidades. Ao longo da caminhada para Canaã o corajoso líder experimentou a aridez dos desertos causticantes, a falta d'água, de alimentos básicos, sem falar nos enfrentamentos com povos hostis. Essas experiências ensinaram-lhe a depender de Deus e a respeitar a liderança de Moisés.

Houve momentos em que Moisés precisou de homens capazes e corajosos para ajudá-lo a combater, por exemplo, os amalequitas no deserto de Refidim. Foi então que o grande profeta incumbiu a Josué de escolher homens para o combate (Ex 17.8,9). Amaleque não resistiu e foi derrotado!

Escolhido por Moisés (Nm 11.28), Josué também foi um dos doze espias enviados a esquadrinhar a terra de Canaã (Nm 13.8-16). De lá, apenas Josué e Calebe trouxeram notícias positivas ao grande líder de Israel (Nm 14.6-30).

 

SINOPSE DO TÓPICO (II)

 

Josué foi o líder escolhido por Deus para suceder a Moisés. Ele enfrentou grandes desafios para cumprir a vontade de Deus, mas em tudo foi vitorioso.

 

III. JOSUÉ, UM LÍDER CONFORME A PROVIDÊNCIA DE DEUS

 

1. Josué sucede a Moisés depois de sua morte (Dt 34.7-9). Com a morte de Moisés, Josué enfrentara o grande desafio de conquistar a confiança do povo e substituir aquele que os liderara segundo a sábia vontade de Deus. Josué era o homem que o Eterno buscava para dar continuidade à obra de redenção de Israel. Os líderes que Deus levanta passam, mas o seu povo jamais fica abandonado ou à mercê da própria sorte. O Altíssimo sempre prepara outros para sucederem os que vão passando (Js 1.1-9).

2. Josué, usado por Deus como um canal de bênçãos para o seu povo. A lição que aprendemos neste edificante relato é que Deus usa seus servos para cumprir seus eternos propósitos. A despeito de ser um homem simples do povo, Josué tornou-se um instrumento divino para conduzir Israel à Terra Prometida. Em nenhum momento Josué deixou de reconhecer que Deus sempre esteve no controle de tudo. Ele nunca tentou tomar para si a glória que pertence somente a Deus. Josué entendeu perfeitamente que as águas do Jordão só se abriram pelo poder do Eterno, e que não foram suas estratégias militares que fizerem ruir os muros de Jericó (Js 3; 4; 6). Assim como Deus usou a Josué, também pode e quer usar-nos em sua obra. Só depende de nossa fidelidade e compromisso com Ele.

 

SINOPSE DO TÓPICO (III)

 

Após a morte de Moisés, Josué o sucedeu tornando-se um canal de bênçãos para Israel, e um líder conforme a providência divina.

 

IV. QUALIDADES DO CARÁTER DE JOSUÉ (Êx 17.8-15)

 

Dentre as muitas qualidades morais e espirituais que pontuam a vida e a história de Josué, três são imprescindíveis àqueles que desejam exercer liderança na igreja:

1. Obediência. Porque era obediente a Deus, Josué também foi um “servidor obediente” ao seu líder (Êx 17.9,10; 24.13). Obedecer por amor, equivale à verdadeira submissão, isto é, colocar-se sob a autoridade de alguém. O verdadeiro líder, apesar de reconhecer sua autoridade, nunca age isolada e presunçosamente. Josué aprendeu bem cedo que o sucesso de seu ministério dependeria de sua obediência a Moisés, seu líder, e à Palavra de Deus (Js 1). Ele sabia que no tempo apropriado Deus o honraria como líder principal de Israel.

2. Fidelidade. Josué tinha um caráter íntegro, por isso, pode manter-se leal a Deus e a Moisés. Ele assumira um compromisso de fidelidade que o tempo não conseguiu abalar. Fidelidade ou lealdade é uma qualidade moral de Deus (Tg 1.17). Paulo nos ensina em 2 Timóteo 2.13 que a fidelidade de Deus é o corolário da sua auto-coerência. Moisés, em seu belíssimo cântico, antes de morrer (Dt 32.4,15,18), ilustrou a lealdade divina valendo-se metaforicamente da “rocha”, isto é, “Ele é a Rocha” em que se pode confiar.

Josué aprendeu a confiar na fidelidade divina, logo, em tudo que fazia, sua fidelidade era demonstrada em atitudes firmes no cumprimento das alianças feitas com Deus e dos seus mandamentos (Dt 7.9).

3. Caráter ilibado. Na liderança, o bom caráter é determinante para o sucesso de qualquer empreendimento. Em diversas situações Josué soube manter o equilíbrio e assim não quebrar os princípios aprendidos com Moisés. Ora, o caráter tem a ver com o mundo interior de motivos e valores morais que moldam nossas ações. É, na verdade, o elemento delimitador absoluto da qualidade da nossa liderança. É ele que fortalece nossas capacidades enquanto as mantêm sob controle. O caráter faz distinção entre os que administram bem o poder e os que abusam dele. Os valores de um caráter cristão ideal, tais como piedade, abnegação, integridade e honestidade, são imprescindíveis à vida de um líder cristão.

 

SINOPSE DO TÓPICO (IV)

 

Josué possuía um caráter submisso, fiel e ilibado.

 

CONCLUSÃO

 

Deus, ainda hoje, continua chamando e capacitando homens e mulheres que estejam dispostos a se submeterem por amor à sua santa vontade, a fim de liderar a sua Igreja, conduzindo-a ao seu destino final.

 

VOCABULÁRIO

 

Abnegação: Desinteresse, renúncia, desprendimento.

Biografia: Descrição ou história da vida de uma pessoa.

Docente: Que ensina.

Ilibado: Sem mancha; puro, incorrupto.

Imprescindível: Indispensável.

 

BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

 

AHARONI, Y. (et al) Atlas Bíblico. RJ: CPAD, 1999.

Merrill, E. H. História de Israel no Antigo Testamento. RJ: CPAD, 2001.

RICHARDS, L.O. Guia do leitor da Bíblia. RJ: CPAD, 2005.

 

EXERCÍCIOS

 

1. Qual o significado do nome Josué?

R. O Senhor é Salvação.

 

2. Descreva a origem de Josué.

R. Príncipe da tribo de Efraim e filho de Num.

 

3. Cite dois desafios enfrentados por Josué antes de se tornar líder.

R. Desertos e falta d'água.

 

4. Qual a lição que aprendemos com a história de Josué?

R. Deus usa seus servos para cumprir seus eternos propósitos.

 

5. Cite três qualidades do caráter de Josué.

R. Submisso, fiel, ilibado.

 

AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO

 

Subsídio Histórico

 

“Josué, o Líder.

Desde o princípio, Josué serviu como assistente de Moisés e líder de Israel na batalha (Êx 17.9). Agora, esse homem, suposto oficial do exército de Faraó antes do Êxodo, será o sucessor de Moisés. Josué será o líder espiritual e militar do povo de Israel durante a conquista de Canaã, a Terra Prometida. É apropriado o livro abrir com uma descrição da preparação de Josué por Deus para o desempenho de seu papel [...]

Líderes-modelo. Moisés é o único líder de Israel, o profeta protótipo que prefigura Jesus Cristo. Mas Josué é um modelo para todos os líderes da era do AT. O que aprendemos com sua liderança? Primeiro, a missão dos líderes do AT era preparar Israel para reivindicar e ocupar a Terra Prometida por Deus (1.2-4). Segundo, a eficiência dos líderes do AT dependia da presença divina, pois era Deus quem concedia vitória (v.5). Terceiro, a principal responsabilidade do líder era o compromisso pessoal em ‘cuidando de fazer conforme toda a Lei ordenada por meu servo Moisés’ (v.7). Quarto, a principal característica do líder era força e coragem, pois, muitas vezes, parecia arriscado obedecer a Deus completamente, mas, ainda assim, era essencial”.

(RICHARDS, L.O. Guia do leitor da Bíblia. RJ: CPAD, 2005, p. 145.)

 

APLICAÇÃO PESSOAL

 

Deus chama os homens e os capacita para serem líderes de seu povo na terra. Ele não os escolhe pelos seus atributos físicos, mas espirituais e morais. O Senhor não convoca os soberbos, porém estende as mãos aos humildes. Ele não arregimenta o ancião por sua experiência, nem o jovem por sua força, mas o servo por sua obediência. O Eterno não precisa de um guerreiro para vencer um gigante, mas de um pastor que o adore. Ele faz com que uma anciã estéril se torne mãe de reis e príncipes. Tudo o que 'Ĕlōhîm pede ao homem ou mulher a quem torna líder é: “Esforça-te e tem mui bom ânimo para teres o cuidado de fazer conforme toda a lei, dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares” (Js 1.7).

 

Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. (2Tm 2.15)